Estação Bananeira

Menu

UM EXTRAORDINÁRIO ENCONTRO COM A HISTÓRIA DA PARAÍBA

A estação de Bananeiras foi inaugurada em 1925 pela Great Western, como ponta de linha do ramal de Bananeiras. A estrada na época se chamava E. F. Independência ao Picuhy, e deveria ligar a estação de Independência (hoje Guarabira), saindo pela estação de Itamataí, na linha Norte da Great Western, à localidade de Picuhy. Em 1922, o ramal chegava apenas à estação de Manitu e ainda não havia atingido Bananeiras, mas a estação já estava pronta, no ponto mais alto da linha, embora os trilhos ainda não existissem.
Eles chegaram em 1925 e a estação foi então aberta. Em 1967 ela foi desativada e transformada em um hotel, ainda com outros proprietários. Em 2016 adquirimos a propriedade e iniciamos uma grande reforma que mudaria todo o conceito de hospedagem conhecida em Bananeiras, dando início a uma nova era de qualidade e requinte colocando a cidade como um dos mais desejados destinos da Paraíba.

 

 

 

Desafio posto, obra edificada.

Nesta temporalidade do primeiro contato com a Estação Bananeiras ao início da operação da Pousada da Estação, muito se exigiu de nós projetistas como da mesma forma, dos empreendedores pela visionária iniciativa de se implantar uma atividade hoteleira de excelência em uma antiga estação de trem representativa da produção cafeeira do brejo paraibano.

Ao cenário de trabalho somam-se paisagens surpreendentes com um sítio rico de história para ser contada. A preservação e requalificação dos dois edifícios existentes, o terminal de passageiros e o armazém, resgata a dignidade de edificações históricas que precisam ser respeitas pelo seu passado econômico e valor cultural presente.

Como arquiteto, destaco o grande átrio de chegada à edificação principal, valorizando sua perspectiva e visuais, e sua importância na leitura do conjunto, contribuindo de forma significativa para o debate da valorização dos espaços públicos de permanência e troca das relações humanas, as praças. E que sejam todos sempre bem-vindos à Pousada Estação Bananeiras!